16 de novembro de 2018

Como utilizar o 13° para comprar um imóvel

Como utilizar o 13° para comprar um imóvel

Fim de ano chegando e a vontade de mudar de vida aumenta, não é mesmo? Que tal começar dando adeus ao aluguel e comprando a casa própria? O 13° salário, benefício pago entre novembro (1ª parcela) e dezembro (2ª parcela) pode te ajudar a alcançar esse objetivo. A renda extra geralmente é utilizada para quitar dívidas ou para as compras de Natal. Porém, pode ser aquela forcinha que faltava para você investir na aquisição do seu novo lar. Então, continue a leitura e saiba como utilizar o 13° para comprar um imóvel.

 

Na entrada da compra do imóvel

 

Se você optou pela compra financiada, adicionar um dinheiro extra à quantia reservada como entrada pode te ajudar a fechar o negócio. Com esse primeiro passo dado, você poderá ter mais tranquilidade e se organizar para quitar as parcelas do financiamento. É bom lembrar que antes de contratá-lo é necessário se planejar. O 13° pode te ajudar a pagar a entrada do imóvel, mas as outras parcelas também devem ser quitadas.

 

Como adiantamento das prestações do financiamento

 

Apresentamos mais uma alternativa para você que ainda não sabe como utilizar o 13° para comprar um imóvel. Destine o valor para a amortização antecipada das prestações do financiamento. Ao pagar essas parcelas com antecedência, você consegue diminuir o valor do financiamento. Isso pode influenciar em uma diminuição das parcelas futuras. Agora, se você pensa em usar o seu 13º para quitar todo o financiamento, a palavra de ordem é negociar. Entre em contato com a instituição financeira onde o financiamento foi contratado. Tente avaliar se é possível um desconto no valor, ou nos juros.

 

Para quitar as parcelas atrasadas

 

Se enrolou com o financiamento e deixou de quitar algumas parcelas? Tenha calma. O 13° pode ser a solução para você não perder a casa própria. No Sistema Financeiro da Habitação (SFH), após a falta de pagamento de três prestações, o proprietário do imóvel recebe uma notificação. É a hora de resolver a situação. Tente usar o 13° para quitar essas parcelas. Caso não quite tal débito, você poderá perder o imóvel. Já no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), se o atraso das parcelas for superior a 30 dias, o mutuário é intimado a pagar via Cartório de Registro de Imóveis. Se no prazo de 15 dias a dívida não for paga, o banco imediatamente tomará a posse do imóvel, o levando à leilão extrajudicial. Nessa situação o comprador não tem direito a qualquer defesa.

 

Para cobrir as dívidas extras

 

Muitos se concentram somente nos valores das prestações do financiamento, mas é bom lembrar que algumas despesas podem surgir depois. Gastos com impostos como o Imposto Predial e Territorial Urbano do imóvel (IPTU), o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e as despesas com o registro da escritura, são alguns exemplos. O 13° pode ser o valor que lhe ajudará a arcar com esses custos. Afastando a possibilidade deles se tornarem uma dor de cabeça nesse processo de compra do imóvel.

 

Agora que você está prestes a receber esse benefício e já sabe como utilizar o 13° para comprar um imóvel, que tal procurar uma construtora? Conheça o trabalho da GranCorp. Converse com um dos consultores da empresa e escolha a melhor forma de investir o seu 13° na aquisição do seu novo lar.

 

Foto: Freepik

 

 

Fique por dentro das
novidades da GranCorp

GranCorp: Grande como seus Sonhos!

Waiting for click

Clique aqui
e simule o seu
Financiamento
Simulegrancorp